domingo, 4 de maio de 2008

ORIENTAÇÃO PARA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Faça de cinco a 6 refeições por dia, com pequenos volumes, evitando o jejum prolongado e prevenindo problemas como a má digestão e má absorção de nutrientes; Mastigue bem os alimentos, antes de ingeri-los, pois a digestão deles começa pela boca; Evite pular os horários das refeições, entre o desjejum e o almoço. Coma algo leve, como por exemplo, uma fruta ou um suco de frutas e no intervalo, entre almoço e jantar, faça a mesma coisa. O jejum prolongado prejudica seu metabolismo; Não consuma líquidos durante as refeições, este ato prejudica a digestão (beba sempre 30 minutos antes ou após as refeições), pois a ingestão de líquidos junto com os alimentos causa a diluição do suco gástrico, dificultando a quebra dos nutrientes, atrapalhando assim, a absorção destes, além de propiciar a formação de gases causando a distensão do abdômen; O valor nutritivo de um alimento não está somente na sua composição química, mas também em seu grau de digestabilidade, isto é, para se obter êxito no processo digestivo devemos evitar más combinações. Por exemplo: evite comer duas fontes de amido (carboidrato) na mesma refeição, porque o corpo selecionará um para digerir enquanto o outro ficará esperando para ser digerido. Isto provoca gases, fermenta e acidifica o estômago. Evite também a combinação de proteínas e gorduras na mesma refeição, pois a presença de gordura nos alimentos diminui a atividade glandular da secreção gástrica, baixa a quantidade de ácido clorídrico e da pepsina no suco gástrico, atrasando a digestão por tempo considerável; A quantidade também é um fator que intervém na digestão. Comer sem fome ou em excesso são fatores desequilibrantes na digestão, pois o corpo não assimila o que introduzimos em excesso; Aumente o consumo de saladas de folhas verdes nas refeições, antes do prato principal. As saladas verdes devem ser consumidas sem moderação, ou seja, você pode e deve abusar das saladas verdes; Deixe para preparar as saladas na hora de servir e tempere com azeites extravirgens, como por exemplo: oliva, linhaça, macadâmia e gergelim, eles auxiliam na função intestinal, no combate ao colesterol e na manutenção da saúde do seu organismo; Também acrescente semente de linhaça(triture uma quantidade no liquidificador e guarde na geladeira, assim vc aproveita melhor os nutrientes) e de gergelim em suas saladas, pois elas possuem óleos essenciais importantes para a saúde de seu organismo; Aumente seu consumo diário de frutas, verduras e legumes, pois estes alimentos são ricos em vitaminas, sais minerais e fibras. Coma no mínimo três porções de frutas ao dia, legumes duas porções ao dia e verduras três porções ao dia no mínimo; Prefira as preparações cozidas a vapor, grelhadas ou assadas, eliminando de sua dieta as frituras e os ensopados gordurosos. Prepare tudo com pouquíssimo azeite de oliva extravirgem. Elimine os alimentos ricos em gorduras saturadas de sua dieta; Dê preferência aos alimentos integrais, pois estes são ricos em fibras e nutrientes que são indispensáveis à manutenção da boa saúde, ajudando na eliminação das gorduras pelo organismo e na regulação da sua função intestinal; Evite o consumo de produtos enlatados e desidratados (industrializados) e controle a quantidade de sal na sua alimentação - ambos possuem alto teor de sódio, podendo causar retenção de líquidos e a celulite. Em contra partida, consuma alimentos ricos em potássio (ameixa seca, ervilha, banana, figo, lentilha, espinafre, laranja, tomate, arroz integral e outros), já que este mineral regula a excreção de sódio e elimina seus excessos no organismo; Se você é viciado em café precisa tomar cuidado, pois a cafeína aumenta a ansiedade e irrita o sistema nervoso. Opte por uma xícara de chá de ervas, como cidreira, hortelã ou camomila ou substitua o café pelo descafeinado. Cuidado com o chá preto que contém grande quantidade de cafeína; O consumo de sal deve ser moderado, pois pode causar retenção líquida. Por isso dê preferência aos temperos naturais como: cebolinha, salsa, sálvia, manjericão, manjerona, tomilho, orégano e outros - estes temperos só devem ser acrescentados aos alimentos já preparados ou no final do cozimento; O consumo regular de soja e seus derivados é importante para manutenção de nossa saúde. Para cozinhar grãos de soja como se fossem feijão, deixe-os de molho por cinco minutos em água fervente. Depois lave-os em água fria e cozinhe. Acompanha bem alho, louro e caldo de legumes na panela. DICAS QUE AJUDAM! Faça as refeições em lugares apropriados e tranqüilos, que tenham como opções refeições pobres em gordura. Coma devagar e mastigue bem os alimentos antes de ingeri-los; Pratique exercícios físicos regularmente com a orientação de um profissional da área, pois com a prática dos exercícios você garante a manutenção da saúde do seu organismo; Não faça atividade física em jejum. Na falta de glicose o organismo utiliza os aminoácidos do tecido muscular como fonte de energia, fazendo com que o seu corpo perca massa magra (músculo) e não gordura. Além disso, você fica sujeito a ter sintomas de hipoglicemia, como náuseas, vertigens e dor de cabeça; Tenha como seu objetivo a mudança de hábitos alimentares, buscando mais saúde e qualidade de vida

3 comentários:

Keilla disse...

Oi Jane...vc me deixou um comentário no meu blog, mas achando ke eu era a cris...ou vc me confundiu hehehehehehe
mas seja como for, tbm to na luta eliminei 38 kilos ...se kiser pode me add...beijos

Mary disse...

Acho que tô no caminho certo!!!
Tu também, né???
Vamos juntas então!
Beijos, querida!
;)

fabiana disse...

parabéns pela sua vitória...tbm estou na luta!!! bjusss

ANTES E UNS DIAS ATRÁS

ANTES E UNS DIAS ATRÁS
A de laranja sou eu sim! "Somos o que fazemos, mas somos, principalmente, o que fazemos para mudar o que somos." - Eduardo Galeano