quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

A Realização de um projeto de vida!


A Realização de um projeto de vida!

Por que desanimamos várias vezes antes de chegarmos ao peso ideal? Por vergonha de ter engordado; por acharmos que o emagrecimento está lento; por sucumbirmos às diversas tentações; por não termos, muitas vezes, determinação suficiente; por passarmos fome indevidamente, etc. Quais as distrações que nos atrapalham? Não ter alimentos corretos em casa; não testar uma receita light, por achar que ‘é ruim’; não sair de casa para desviar a atenção da comida; as tentações, que nós mesmas(os) compramos; esquecer de comer, antes de ir à festa,... É preciso organizar os passos: Da Vinci seguiu vários passos para realizar uma de suas maiores obras (Mona Lisa): residiu num hospital para estudar as mãos; contratou artistas, para fazer a modelo sorrir; levou 4 anos para concluir a Mona Lisa. Qual é o projeto que temos em mente: um emagrecimento definitivo, que envolve comprar roupas menores, a admiração de parentes e amigos, a realização pessoal, autoconfiança, auto-estima, amor-próprio, o desenvolvimento das capacidades individuais de cada um, etc. Quais os passos que temos que dar? Livrar-se das tentações de dentro de casa; testar e marcar as receitas lights que valem a pena; fazer o controle para não comer demais ou menos que o ideal; dialogar com a família para que nos ajudem em nosso projeto, etc. Como visualizar nosso projeto final? Por exemplo, colando uma foto de nossos rostos em corpos magros de fotos antigas ou de revistas: é o símbolo de um futuro bem próximo. Também, fazendo um exercício de visualização de nossas conquistas. Ex.: fechar os olhos e imaginar-se naquele vestido vermelho, imaginar-se correndo sem cansar, imaginar-se sentando e levantando facilmente de qualquer cadeira, etc. Como acelerar a realização deste ideal? Mudando a forma de preparar verduras e legumes para melhorar o sabor; iniciando uma caminhada sem compromisso, para sentir seus benefícios; caprichar nas anotações do controle, para ter certeza do que está comendo, etc. O que está nos fazendo falta? Aquele pedaço de lasanha que não comemos, quando poderíamos tê-lo incluído nas Calorias Especiais da semana; aquela sopa que não agüentamos mais, mas que mesmo assim tomamos, quando poderíamos ter feito legumes refogados muito mais gostosos, etc. Como dividir o trabalho em partes? Se queremos emagrecer 30 kg, pensaremos em emagrecer 5 kg, e depois mais 5, e assim por diante. Qual o próximo passo? Depende do progresso de cada um. Quem está iniciando, o próximo passo é esclarecer as dúvidas; quem está há mais tempo no programa, é valorizar as conquistas e aprender com os tropeços; quem está perto de seu peso ideal, é ‘atirar foguetes’, é ser feliz plenamente, é conquistar o que não pôde antes, mas sem deixar de olhar para o caminho que foi responsável por esta conquista... O que nos manterá trabalhando? Motivação! Olhar-se no espelho e comprovar que a silhueta está mais esbelta; valorizar e confirmar os elogios recebidos; experimentar as roupas que estavam aposentadas, etc. O que faremos, quando terminarmos nosso projeto? Celebraremos e daremos valor a cada passo, mostrando a todos a conclusão de nossos esforços: a vida nova num corpo magro, com corpo saudável, mente produtiva e coração feliz. Por que as obras famosas são tão valorizadas? Pelo valor de terem sido tão bem realizadas. Portanto, valorize o seu projeto de emagrecer mais do que qualquer outro, pois seu valor será inestimável, e ninguém poderá tirá-lo de você! Sucesso!

Um comentário:

Vania San disse...

Esse texto é seu Jane? Achei perfeito! Vou copiar, com certeza e usar muito as informações!

Adorei!

Beijos

ANTES E UNS DIAS ATRÁS

ANTES E UNS DIAS ATRÁS
A de laranja sou eu sim! "Somos o que fazemos, mas somos, principalmente, o que fazemos para mudar o que somos." - Eduardo Galeano